Acupuntura

A acupuntura é uma técnica medicinal chinesa de manipulação do chi (energia natural do universo) para equilibrar as forças opostas do yin (lua) e yang (sol) os dois quando se juntam significam estado de harmonia. Imagem relacionada

Supõe-se que o chi, uma suposta "energia" que permearia todas as coisas, fluiria através do corpo através de 14 caminhos principais chamados meridianos.

Quando o yin e o yang estão em harmonia, o chi (energia) flui livremente pelo corpo, e a pessoa tem saúde.

Quando a pessoa se sente mal, está doente ou ferida, acredita-se que haja uma obstrução do chi ao longo de um dos meridianos.

A acupuntura consiste em inserir agulhas através de pontos específicos do corpo, supostamente removendo obstruções do chi prejudiciais à saúde, logo restaurando a distribuição do yin e yang.

Às vezes as agulhas são giradas, aquecidas, ou mesmo estimuladas com correntes eléctricas fracas, ultrassom, ou luz de certos comprimentos de onda.

Mas, não importando a forma como ela seja feita.

Pesquisas científicas ao longo dos últimos vinte anos não conseguiram demonstrar que a acupuntura seja eficaz contra qualquer doença.
Uma das variações da acupuntura tradicional é a chamada “auriculoterapia” ou acupuntura auricular.
Resultado de imagem para acupunturaÉ um método de diagnóstico e tratamento baseado na crença não comprovada de que a orelha seria o mapa dos órgãos do corpo. Um problema num órgão como o fígado deveria ser tratado cravando-se uma agulha num determinado ponto da orelha, que se supõe ser correspondente àquele órgão. Ideias similares, segundo as quais uma parte do corpo seria um mapa dos órgãos, são sustentadas pelos “iridologistas” (é o estudo da íris do olho de modo a diagnosticar doenças) e “reflexologistas” (é o estudo e massagem dos pés para diagnosticar e curar doenças).

Uma variação da “auriculoterapia” é a “grampopuntura” um método de tratamento que coloca grampos em pontos-chave da orelha na esperança de se operar maravilhas, como ajudar as pessoas a parar de fumar.

Não há nenhuma prova científica dando respaldo a qualquer dessas teorias ou práticas.

A medicina convencional e a medicina alternativa, cada vez mais se aproximam uma da outra e hoje admitem a possibilidade de incorporar características iguais.

As duas têm aspectos positivos e negativos.

Pens que a combinação das duas medicinas seria perfeita e muito benéfica para os utentes.
Na minha opinião as medicinas convencionais são as que mostram mais segurança em relação ao doente.

Só em caso de algum problema mais desesperante é que se recorre ás medicinas alternativas.

Não condenando quem as utiliza com regularidade.

A medicina convencional tende a curar a doença, e a medicina alternativa tenda combater e a entardecer a doença o mais que pode.É na medicina convencional que temos 24 horas á disponibilidade para qualquer problema e na medicina alternativa, não.

É por consultas e é mais específica em tratamentos. Se partirmos um pé, aonde vamos?

Ao hospital e não a uma consulta de medicina alternativa!

É na medicina convencional que está a nossa saúde, não sei se é por estereótipo no qual a ideia correta é recorrermos ao serviço nacional de saúde ou se é por que todos vão, também tenho que lá ir.

As pessoas que se tratam com a medicina alternativa tem a ideia de que a alternativa é bruxaria ou que coisas dos outros países não interessam a nó.
A medicina não é um sistema fechado e devia estar aberto á junção das duas medicinas. A alternativa com a convencional.

E tenho o dito!


Katia Kristina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa sua opinião! Eu vou gostar seja qual for.