Morpheu e Hypnos


 Quero falar um pouco sobre o Deus do sono.
À errado do que muitos pensam *Morfeu* não é o deus do sono. O sucesso popular da expressão “nos braços de Morfeu”, que significa “adormecido”, leva muita gente a acreditar que, na mitologia grega, fosse *Morfeu* o Deus do sono. Errado! *Morfeu* era filho do deus do sono, de nome *Hypnos*, palavra grega para: sono – um deus que (em latim) era conhecido como Somnus.
*Hipnos* (ou Hipno), é filho da deusa Nyx, (a Noite). Vivia dormindo numa caverna onde corria o rio Lete, o “rio do esquecimento”. Entre os muitos filhos que são atribuídos, a *Hypnos* *Morpheus*  é o mais famoso!
Chamavam-no assim pela sua capacidade de assumir qualquer forma humana para aparecer nos sonhos dos mortais como se fosse a pessoa amada por aquele determinado indivíduo. (Um Morfo) Por dar tranquilidade ao indivíduo a quem ele invadia os sonhos, trazendo seus entes queridos a eles, deram a ele esse desígnio que até hoje é usado: ( *Nos braços de morfeu*) que diferente do que imaginam significa *dormir bem ou tranquilizado* .
O farmacêutico alemão Friedrich Sertüner Havia em 1806 recorrido a *Morfeu* para dar nome ao principal alcaloide do ópio, que acabara de isolar pela primeira vez, chamando-o morphium ou morphin – palavra que, via francês, chegou  ao português em 1841 como *Morfina*.  Por suas propriedades tranquilizantes.
Por saber disso: o médico escocês James Braid batizou em 1843 de Hupnotism (Hipnotismo) Sua técnica de induzir um transe semelhante ao sono.Como o Deus grego *Hypnos*
Resumindo:
*Morfeu* é o Deus grego moldador de *sonhos* e seu pai
*Hipnos* o Deus grego do *sono*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa sua opinião! Eu vou gostar seja qual for.