Palco




Queria ser teu mar
nos dias de fúria,
esperaria a rebentação
Com meu desejo imenso.
.
Tua alma está na tempestade
da minha paixão envolvente.
Tu és meu analgésico natural,
na calma que me transmite
.
E no prazer que me dá!
O nosso teatro tem como palco
principal o mar e o nosso imaginário
cruza-se com a arte do desejo.
.
Os prazeres se abraçam,
onde os atores - que somos nós -
interpretam sentimentos
de paixão e desejo.

(Graciela da Cunha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa sua opinião! Eu vou gostar seja qual for.