Marcas


Em mim, o tempo entalha
uma historia de linhas tortas.
Um começo brilhante, pontuado por um
meio acidentado e coroado
por um fim desastroso.
Cada veia e nó que desce por minha pele
como traços em madeira envelhecida
são marcas das dores que em mim ficaram.
Não as alegrias! Estas perdem o brilho
dentro de meus olhos cansados.
Estas são apenas lembranças, que não se pode
ver além de minha alma.
As cicatrizes que se aprofundam em meu ser,
estas se amontoam em minha cútis.
Como um tronco escarnecido
repouso meu livro vivo, de amarguras e tormentos
neste solo tumular.
Espero as derradeiras linhas,
o trecho que o destino ainda planeja
mas ainda assim é óbvio aos olhos do tempo.
Aguardo em silencio
o ultimo entalhe
em minha
carne enregelada...
Por Sebastian Strauss

http://lagrimasdetintarubra.blogspot.com.br/2013/03/marcas.html 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa sua opinião! Eu vou gostar seja qual for.